Fogaça da Feira

0
176
Receita de Fogaça da Feira
Receita de Fogaça da Feira

Receita de Fogaça da Feira, aprenda como fazer a famosa Fogaça da Feira que é um pão doce que resulta de um voto a São Sebastião e que constitui a base para a Festa das Fogaceiras, que se realiza anualmente a 20 de Janeiro em Santa Maria da Feira, em Portugal. O seu formato alude à torre de um castelo.

Com origem medieval, a Fogaça da Feira é o símbolo gastronómico da Terra de Santa Maria e representa o voto divino ao Mártir São Sebastião. Criada em 2002, a Confraria da Fogaça da Feira visa a promoção do estudo, defesa e divulgação deste pão doce, explica Joaquim Gonçalves, mestre da Confraria.

Em 1505, a peste assolou Portugal. Na região de Santa Maria da Feira foi feita a promessa a São Sebastião de realizar uma festa anual em sua honra se o santo livrasse os Feirenses da peste. O “voto” da promessa seria uma “fogaça”, bolo cujo formato foi inspirado nas quatro torres do castelo. É esta a receita que partilho hoje convosco. É um bolo fácil de fazer, mas é preciso ter paciência para respeitar todos os períodos de descanso da massa.

Receita de Fogaça da Feira

Ingredients – ingredientes
para o fermento

  • 200 g de farinha
  • 120 ml (ou mais) de água morna
  • 50 g de fermento fresco de padeiro

Ingredients – ingredientes
para a massa

  • 600 g de farinha
  • 160 g de açúcar
  • 120 g de manteiga sem sal
  • 3 ovos
  • 1 colher (café de sal
  • 1 colher (café) de canela em pó
  • raspa de limão

Instructions – Modo de Preparo

  1. Dissolva o fermento na água tépida e deixe repousar um quarto de hora.
  2. Depois adicione a farinha e mexa até obter uma massa relativamente mole.
  3. Deixe levedar cerca de meia hora (depende da temperatura ambiente) para que aumente de volume.
  4. Depois, adiciona-se o açúcar com a canela, o sal, os ovos, a raspa de limão, a manteiga e a farinha necessária para se obter uma massa um pouco mais consistente do que a do pão.
  5. Deixa-se fermentar o tempo necessário para a massa dobrar de volume.
  6. Seguidamente, pega-se na massa, divide-se ao meio e molda-se cada uma das partes num rolo comprido semelhante a uma serpente, isto é, mais espesso num dos lados.
  7. Espalma-se este rolo com a mão, ficando uma tira que se começa a enrolar pelo lado mais largo, resultando numa pirâmide.
  8. À medida que se vão enrolando, vão-se colocando as pirâmides num tabuleiro forrado com um pano polvilhado com farinha onde voltam a crescer (entre 30 minutos e 1 hora).
  9. Pincelam-se com ovo batido e, com uma tesoura, dão-se 4 golpes no topo da pirâmide de que resultarão as “torres do castelo”.
  10. Introduzem-se as fogaças no forno quente a (200º) e, a meio da cozedura (cerca de 15 minutos depois), tiram-se para fora e separam-se as “torres do castelo”, permitindo assim que o calor penetre no interior das fogaças, cozendo-as uniformemente.
  11. Voltam ao forno para acabar de cozer.
  12. As fogaças devem ficar loirinhas e não queimadas, e cozidas mas não em demasia.
  13. Verificar a cozedura introduzindo uma faca no meio; se esta vier seca, o bolo está pronto.

Gostou? Curta nossa Página no Facebook e no G+ Assim você não perde nossas novas receitas e dicas, compartilhe para que mais pessoas possam conhecer essa receita.

Receita de Fogaça da Feira
Print

Fogaça da Feira

Receita de Fogaça da Feira, aprenda como fazer a famosa Fogaça da Feira que é um pão doce que resulta de um voto a São Sebastião e que constitui a base para a Festa das Fogaceiras, que se realiza anualmente a 20 de Janeiro em Santa Maria da Feira, em Portugal. O seu formato alude à torre de um castelo. Com origem medieval, a Fogaça da Feira é o símbolo gastronómico da Terra de Santa Maria e representa o voto divino ao Mártir São Sebastião. Criada em 2002, a Confraria da Fogaça da Feira visa a promoção do estudo, defesa e divulgação deste pão doce, explica Joaquim Gonçalves, mestre da Confraria. Em 1505, a peste assolou Portugal. Na região de Santa Maria da Feira foi feita a promessa a São Sebastião de realizar uma festa anual em sua honra se o santo livrasse os Feirenses da peste. O “voto” da promessa seria uma “fogaça”, bolo cujo formato foi inspirado nas quatro torres do castelo. É esta a receita que partilho hoje convosco. É um bolo fácil de fazer, mas é preciso ter paciência para respeitar todos os períodos de descanso da massa. Receita de Fogaça da Feira
Course pão
Cuisine Brasileira
Prep Time 20 minutes
Cook Time 20 minutes
Total Time 40 minutes
Servings 20
Author Receitas Brasil

Ingredients

  • para o fermento
  • 200 g de farinha
  • 120 ml ou mais de água morna
  • 50 g de fermento fresco de padeiro
  • para a massa
  • 600 g de farinha
  • 160 g de açúcar
  • 120 g de manteiga sem sal
  • 3 ovos
  • 1 colher (café de sal
  • 1 colher café de canela em pó
  • raspa de limão

Instructions

  • Dissolva o fermento na água tépida e deixe repousar um quarto de hora.
  • Depois adicione a farinha e mexa até obter uma massa relativamente mole.
  • Deixe levedar cerca de meia hora (depende da temperatura ambiente) para que aumente de volume.
  • Depois, adiciona-se o açúcar com a canela, o sal, os ovos, a raspa de limão, a manteiga e a farinha necessária para se obter uma massa um pouco mais consistente do que a do pão.
  • Deixa-se fermentar o tempo necessário para a massa dobrar de volume.
  • Seguidamente, pega-se na massa, divide-se ao meio e molda-se cada uma das partes num rolo comprido semelhante a uma serpente, isto é, mais espesso num dos lados.
  • Espalma-se este rolo com a mão, ficando uma tira que se começa a enrolar pelo lado mais largo, resultando numa pirâmide.
  • À medida que se vão enrolando, vão-se colocando as pirâmides num tabuleiro forrado com um pano polvilhado com farinha onde voltam a crescer (entre 30 minutos e 1 hora).
  • Pincelam-se com ovo batido e, com uma tesoura, dão-se 4 golpes no topo da pirâmide de que resultarão as "torres do castelo".
  • Introduzem-se as fogaças no forno quente a (200º) e, a meio da cozedura (cerca de 15 minutos depois), tiram-se para fora e separam-se as "torres do castelo", permitindo assim que o calor penetre no interior das fogaças, cozendo-as uniformemente.
  • Voltam ao forno para acabar de cozer.
  • As fogaças devem ficar loirinhas e não queimadas, e cozidas mas não em demasia.
  • Verificar a cozedura introduzindo uma faca no meio; se esta vier seca, o bolo está pronto.
[Total: 5    Média: 5/5]

Deixe seu Comentário...