Rabanadas Douradas ou Fidalgas

0
Receita de Rabanadas Douradas ou Fidalgas
Receita de Rabanadas Douradas ou Fidalgas

Receita de Rabanadas Douradas ou Fidalgas aprenda como fazer um doce de pão de trigo (pão-de-forma baguete ou outro) em fatias que, depois de molhadas em leite, vinho (no Minho usa-se vinho verde tinto ou branco) ou calda de açúcar, são passadas por ovos e fritas.

As rabanadas fazem parte de muitas mesas da consoada em Portugal, e em várias ceias do Brasil. Servem-se polvilhadas com açúcar de canela ou regadas com calda de açúcar, xarope de bordo ou mel. Outrora, a palavra “rabanada” era apenas utilizada a norte do rio Mondego e ao mesmo doce atribuía-se, a partir da margem sul do referido rio, o nome de fatia-dourada, ou fatia-de-parida. Em outros países são típicos nas celebrações de Espanha da Quaresma e Semana Santa e em várias partes do México, como Zacatecas.

Rabanadas Douradas ou Fidalgas

Ingredients – ingredientes:

  • 12 fatias de pão de véspera (cacete)
  • 5 dl de leite
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 350 g de açúcar
  • 2 paus de canela
  • 2 casquinhas de limão
  • 8 gemas
  • 1 clara de ovo
  • canela em pó
  • 1 cálice de vinho do Porto (facultativo)

Instructions – Modo de Preparo

  1. Leva-se o leite ao lume com manteiga, três colheres de sopa de açúcar, um pau de canela, uma casca de laranja e uma pitada de sal. Deixa-se ferver durante 5 minutos.
  2. Passam-se as fatias por este leite e dispõem-se numa travessa ou sobre uma toalha para absorver o leite.
  3. Noutro recipiente largo e baixo, leva-se o restante açúcar ao lume com 4 dl de água, um pau de canela e uma casca de limão. Deixa-se ferver durante 10 minutos.
  4. Entretanto batem-se muito bem as gemas com a clara.
  5. Passam-se as fatias de pão pelos ovos, introduzem-se duas a duas na calda de açúcar a ferver, e deixam-se cozer, primeiro de um lado depois do outro. Entre a cozedura de cada par de rabanadas, adiciona-se um cálice de água fria à calda.
  6. Polvilham-se as rabanadas com canela e, finalmente, regam-se com a calda a que se adicionou um cálice de vinho do Porto. Servem-se no dia seguinte.

Gostou? Curta nossa Página no Facebook e no G+ Assim você não perde nossas novas receitas e dicas, compartilhe para que mais pessoas possam conhecer essa receita.

5 from 1 reviews
Rabanadas Douradas ou Fidalgas
 
Autor: 
Informação nutricional
  • Serves: 20
  • Serving size: 00
  • Calories: 00
  • Fat: 00
  • Saturated fat: 00
  • Unsaturated fat: 00
  • Trans fat: 00
  • Carbohydrates: 00
  • Sugar: 00
  • Sodium: 00
  • Fiber: 00
  • Protein: 00
  • Cholesterol: 00
Tipo de receita: Café da manhã
Cozinha: Brasileira
Prep time: 
Cook time: 
Total time: 
Receita de Rabanadas Douradas ou Fidalgas aprenda como fazer um doce de pão de trigo (pão-de-forma baguete ou outro) em fatias que, depois de molhadas em leite, vinho (no Minho usa-se vinho verde tinto ou branco) ou calda de açúcar, são passadas por ovos e fritas. Rabanadas Douradas ou Fidalgas
Ingredientes
  • 12 fatias de pão de véspera (cacete)
  • 5 dl de leite
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 350 g de açúcar
  • 2 paus de canela
  • 2 casquinhas de limão
  • 8 gemas
  • 1 clara de ovo
  • canela em pó
  • 1 cálice de vinho do Porto (facultativo)
Modo de Preparo
  1. Leva-se o leite ao lume com manteiga, três colheres de sopa de açúcar, um pau de canela, uma casca de laranja e uma pitada de sal. Deixa-se ferver durante 5 minutos.
  2. Passam-se as fatias por este leite e dispõem-se numa travessa ou sobre uma toalha para absorver o leite.
  3. Noutro recipiente largo e baixo, leva-se o restante açúcar ao lume com 4 dl de água, um pau de canela e uma casca de limão. Deixa-se ferver durante 10 minutos.
  4. Entretanto batem-se muito bem as gemas com a clara.
  5. Passam-se as fatias de pão pelos ovos, introduzem-se duas a duas na calda de açúcar a ferver, e deixam-se cozer, primeiro de um lado depois do outro. Entre a cozedura de cada par de rabanadas, adiciona-se um cálice de água fria à calda.
  6. Polvilham-se as rabanadas com canela e, finalmente, regam-se com a calda a que se adicionou um cálice de vinho do Porto. Servem-se no dia seguinte.
Observações
As rabanadas fazem parte de muitas mesas da consoada em Portugal, e em várias ceias do Brasil. Servem-se polvilhadas com açúcar de canela ou regadas com calda de açúcar, xarope de bordo ou mel. Outrora, a palavra "rabanada" era apenas utilizada a norte do rio Mondego e ao mesmo doce atribuía-se, a partir da margem sul do referido rio, o nome de fatia-dourada, ou fatia-de-parida. Em outros países são típicos nas celebrações de Espanha da Quaresma e Semana Santa e em várias partes do México, como Zacatecas.
[Total: 5    Média: 5/5]