Receita de Tilapia com Quinoa e Gergilim

Tilápia com Quinoa e Gergilim (Saint Peter)

Por favor, avalie essa Receita

Receita de Tilápia com Quinoa e Gergilim (Saint Peter), Aprenda como fazer um pescado, super fácil, simples e simples.

Receita de Tilapia com Quinoa e Gergilim

Receita de Tilápia com Quinoa e Gergilim (Saint Peter)

Xtudoreceitas
Tilápia com Quinoa e Gergilim (Saint Peter), Aprenda como fazer um pescado, super fácil, simples e simples.
Receita de Tilápia com Quinoa e Gergilim, Tilápia e Saint Peter. Qual você prefere? Qual você compra?
Tempo De Preparação 20 minutos
Tempo Do Cozinheiro 20 minutos
Tempo Total 40 minutos
Curso Carnes, Peixes
Cozinha Brasileira
Porções 8
Calorias 208 kcal

Ingredientes
  

  • 750 ml de água
  • 200 gramas de quinoa
  • 100 gramas de gergelim
  • 1 colher de sobremesa de azeite de oliva
  • 4 filés de peixe Saint Peter limpos (150 g cada)
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • 1 unidade de limão (Suco)
  • 1 colher de sopa de ervas finas
  • 1 colher de chá de sálvia

Instruções
 

  • Coloque a quinoa na água e deixe cozinhar por 10 minutos.
  • Tire do fogo e acrescente o azeite de oliva. Reserve.
  • Tempere os filés de peixe com sal, pimenta do reino, ervas e limão.
  • Deixe descansar por 20 minutos.
  • Coloque os filés em uma frigideira antiaderente e grelhe.
  • Arrume a quinoa e gergelim em baixo e coloque os peixes por cima.
  • Decore com sálvia.

Notas

É interessante como cada vez mais se vê o nome Saint Peter nas peixarias e cardápios de restaurantes. Mas afinal, que peixe é esse? Para te tranquilizar ou talvez, para sua surpresa, tilápia e Saint Peter são o mesmo peixe.
A tilápia, espécie de origem africana, foi introduzida no Brasil na década de 30. Contudo, um maior volume desse peixe começou a ser visto no mercado no final dos anos 90 e início de 2000. Hoje encontra-se tilápia em praticamente todos os supermercados e peixarias do país – nas formas inteiro, filé fresco e filé congelado e é também cada vez mais frequente ver esse peixe no cardápio de restaurantes, principalmente os de comida japonesa (como opção de peixe branco).
Você deve se perguntar então por que há dois nomes diferentes para o mesmo peixe? A origem dessa questão está na qualidade ruim que as tilápias pescadas nos rios alguns anos atrás tinham. Na verdade, esse produto ainda existe mas não é um produto comercial. A tilápia de rio era pequena, tinha alguns espinhos e sabor de barro. Para resolver estas e outras questões, muitas pesquisas foram realizadas e melhorias adotadas no cultivo da tilápia que hoje é vendida em muitos lugares como Saint Peter e, esta não tem mais gosto de barro, tem um processo produtivo controlado e é abatida e chega à mesa do consumidor em um período muito pequeno de tempo, favorecendo o frescor e qualidade do produto. Ou seja, o nome Saint Peter foi dado para diferenciar o produto ruim de um produto com qualidade e boa aceitação pelos brasileiros.
Então agora você já sabe: Saint Peter é tilápia. Isso não quer dizer que se em algum lugar você encontrar o nome tilápia e não Saint Peter quer dizer que o produto será ruim. Não. Como dito anteriormente a tilápia pescada nos rios está cada vez menos presente nos supermercados e restaurantes. Assim, pode consumir tranquilamente e com a certeza de que será um peixe de carne branca, sem espinho e com sabor suave. Se não for, reclame, pois os produtores tem feito um excelente trabalho e tilápia de altíssima qualidade é produzida e muito ofertada no mercado nacional. Ah! Importante: internacionalmente este peixe é conhecido como tilapia e não Saint Peter.
A tilápia é um peixe versátil que pode ser preparado frito, assado, grelhado e também pode ser consumido cru.
Palavras-chave carne, caseiro, gergelim, peixe, quinoa, receita, saint peter, salgado, tilapia

Tilápia com Quinoa e Gergilim, Tilápia e Saint Peter

Qual você prefere? Qual você compra?

Ingredients – ingredientes:

  • 750 ml de água
  • 200 g de quinoa
  • 100 g de gergelim
  • 1 colher de sobremesa de azeite de oliva
  • 4 filés de peixe Saint Peter limpos (150 g cada)
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • Suco de 1 limão
  • 1 colher de sopa de ervas finas
  • 1 colher de chá de sálvia

Instructions – Modo de Preparo

  1. Coloque a quinoa na água e deixe cozinhar por 10 minutos.
  2. Tire do fogo e acrescente o azeite de oliva. Reserve.
  3. Tempere os filés de peixe com sal, pimenta do reino, ervas e limão.
  4. Deixe descansar por 20 minutos.
  5. Coloque os filés em uma frigideira antiaderente e grelhe.
  6. Arrume a quinoa e gergelim em baixo e coloque os peixes por cima.
  7. Decore com sálvia.

É interessante como cada vez mais se vê o nome Saint Peter nas peixarias e cardápios de restaurantes. Mas afinal, que peixe é esse? Para te tranquilizar ou talvez, para sua surpresa, tilápia e Saint Peter são o mesmo peixe.

A tilápia, espécie de origem africana, foi introduzida no Brasil na década de 30. Contudo, um maior volume desse peixe começou a ser visto no mercado no final dos anos 90 e início de 2000. Hoje encontra-se tilápia em praticamente todos os supermercados e peixarias do país – nas formas inteiro, filé fresco e filé congelado e é também cada vez mais frequente ver esse peixe no cardápio de restaurantes, principalmente os de comida japonesa (como opção de peixe branco).

Você deve se perguntar então por que há dois nomes diferentes para o mesmo peixe? A origem dessa questão está na qualidade ruim que as tilápias pescadas nos rios alguns anos atrás tinham. Na verdade, esse produto ainda existe mas não é um produto comercial. A tilápia de rio era pequena, tinha alguns espinhos e sabor de barro. Para resolver estas e outras questões, muitas pesquisas foram realizadas e melhorias adotadas no cultivo da tilápia que hoje é vendida em muitos lugares como Saint Peter e, esta não tem mais gosto de barro, tem um processo produtivo controlado e é abatida e chega à mesa do consumidor em um período muito pequeno de tempo, favorecendo o frescor e qualidade do produto. Ou seja, o nome Saint Peter foi dado para diferenciar o produto ruim de um produto com qualidade e boa aceitação pelos brasileiros.

Então agora você já sabe: Saint Peter é tilápia. Isso não quer dizer que se em algum lugar você encontrar o nome tilápia e não Saint Peter quer dizer que o produto será ruim. Não. Como dito anteriormente a tilápia pescada nos rios está cada vez menos presente nos supermercados e restaurantes. Assim, pode consumir tranquilamente e com a certeza de que será um peixe de carne branca, sem espinho e com sabor suave. Se não for, reclame, pois os produtores tem feito um excelente trabalho e tilápia de altíssima qualidade é produzida e muito ofertada no mercado nacional. Ah! Importante: internacionalmente este peixe é conhecido como tilapia e não Saint Peter.

A tilápia é um peixe versátil que pode ser preparado frito, assado, grelhado e também pode ser consumido cru.

Tilápia com Quinoa e Gergilim

Deixe sua opinião ou Comentário e não se esqueça de compartilhar seguir no pinterest, facebook, e twitter

5/5 (2)

Deixe sua opinião